• dois
  • como
  • como2
  • como3

DESAFIO
Mostrar como formular um Plano de Cultura, com base em estudos e materiais de palestras sobre o tema.
SOLUÇÃO
Criamos um passo a passo didático, com exemplos reais. Apresentamos as informações em linguagem clara, acessível a servidores de todos os níveis de governo e aos interessados da sociedade civil.
RESULTADO
Os livros estão sendo considerados didáticos e úteis para a formulação de planos municipais de cultura por responsáveis pelos planos de cidades como São José dos Campos, Sorocaba e Santos.

AVALIAÇÃO DO CLIENTE
Ceres Prates, administradora pública, consultora e assessora em Planejamento Estratégico, Gestão e Monitoramento e Avaliação de Projetos
“Em 2012, o Instituto Via Pública contratou a Todotipo para desenvolver a edição, preparação e revisão de duas publicações demandadas pelo Ministério da Cultura (MinC): As metas do Plano Nacional de Cultura e Como fazer um Plano de Cultura.
Nessa época eu exercia o papel de gerente executiva da parceria com o MinC. Essas cartilhas deveriam ser acessadas e facilmente compreendidas pelas equipes municipais (pública e da sociedade civil) envolvidas na realização de Planos de Cultura. Portanto, a linguagem deveria ser simples e objetiva, mas seu conteúdo deveria versar sobre todos os movimentos, etapas e articulações necessárias para a elaboração de um Plano de Cultura que bem representasse o município. Diante desse objetivo, acredito que as estratégias utilizadas foram muito adequadas para a elaboração das cartilhas.
Tenho certeza de que contratamos as melhores pessoas para desenvolver os trabalhos mencionados. Chamou-me muita atenção a clara compreensão do objetivo central das publicações, a qualidade e simplicidade do texto, a elegância das diagramações e a rapidez na execução do trabalho.
Eu nunca tinha trabalhado com o conceito de linguagem simples. Acredito que comunicamos bem quando o outro é capaz de compreender o que escrevemos ou dizemos. Assim, achei e acho ótimo e altamente necessário o uso de linguagem simples, especialmente no setor público. Por isso, não posso deixar de recomendar sempre o trabalho de toda a equipe que atuou nessa empreitada.”

Leia outros depoimentos


  • meta
  • meta1
  • meta2

DESAFIO
Apresentar o teor jurídico e técnico da lei das metas da Cultura em linguagem acessível, para servidores de todos os níveis de governo e interessados da sociedade civil. Sem perder a essência do texto original.
SOLUÇÃO
Organizamos os conteúdos do texto legal em itens, usando perguntas como: O que se pretende alterar na situação atual? O que é preciso para alcançar a meta? Assim, as informações puderam ser expressas sem juridiquês, em linguagem bem clara.

RESULTADO
Os livros vêm sendo chamados de “cartilha” pelos leitores, num reconhecimento expressivo de sua clareza. Mesmo disponíveis para download no site do MinC, já tiveram várias edições impressas.

AVALIAÇÃO DO CLIENTE
Iara Rolnik, gerente de conhecimento do Gife
“Inicialmente as metas do Minc pareciam intraduzíveis, mas o trabalho consistia justamente em captar o conceito central da meta, traduzir para uma linguagem mais acessível ao público, sem torná-la coloquial demais e com isso manter a ideia básica do que se queria dizer.
O resultado dessa parceria é que hoje, dentro do ministério, a cartilha é considerada uma referência, no que diz respeito à linguagem. Por isso, recomendo o trabalho da Todotipo, especialmente nesse desafio de buscar uma linguagem simples sem perder a essência do texto original.”